DESTAQUES
POSTAGENS

Otoko Repórter Nº27 - Garo


Nosso fandom de hoje é uma super-entrevista com o vencedor do terceiro concurso de desenho do B de Bara com o tema Orgulho LGBT. Desta vez as disputas foram bem acirradas e o nível técnico alto, porém foi a sensibilidade dos desenhistas que entrou como verdadeiro diferencial nesta edição, elemento muito bem trabalhado pelo Garo.

Nome: Garo
Fursona: Morcego
Aniversário: 5 de fevereiro e sou do
Signo: Aquário
Orientação sexual sexual e identidade de gênero: Homem cis e homossexual (felizmente um dos melhores cavaleiros de ouro)
Naturalidade: Brasileiro
Residência: Em um ponto no meio da cana de açúcar chamado Capivari que fica no interior de São Paulo.

B: Qual sua(s) comida(s) favorita(s)?
Garo: Qualquer coisa que envolva 4 ou mais queijos no nome, se for algo doce meu favorito é bolo de cenoura (principalmente se a massa cozinhar.)

B: Quais seus Mangás/animês e séries favoritas?
Garo: Ta aí uma pergunta difícil... Não que seja a mais favorita mas ultimamente ainda estou com Game of Thrones na mente. Quanto a animes gosto muito de animes de esporte, o meu favorito, atualmente, é Hajime no Ippo.

B: E quanto a mangá, está acompanhando algum?
Garo: Atualmente estou acompanhando Boku No Hero Academia e comecei recentemente Golden Kamuy (esse até onde vi é ótimo.)

B: Quais são seus passatempos?
Garo: Gosto de jogar no computador de vez em quando e brincar com minha cadela de estimação. Também fico navegando na internet MUITO tempo mas... Quem não fica hoje em dia né?

B: Realmente. Mas quais jogos anda jogando?
Garo: No momento eu estou muito viciado em Skyrim e Terraria.


B: Quais seus estilos de música favorito?
Garo: É... Eu queria poder pagar de culto e falar bandas com nomes exóticos mas minha playlist do Spotify diz o contrário. Ela vai desde Rhapsody of Fire até Bonde das Maravilhas.

B: Se pudesse sugerir cinco músicas que te descrevem quais seriam?
Garo: Hum... Qualquer música?
B: Sim, qualquer música.
Garo: Vejamos.... Deixa só eu dar uma olhada aqui nas minhas listas pra facilitar...
1- Point Counterpoint  de Streetlight Manifesto
2- Sell out de Reel Big Fish
3- Gloriosa de Glória Groove
4- Machu Pichu de The Strokes
5- Heaven's Light da versão da Broadway de O Corcunda de Notre Dame

B: Quais livros você mais gosta?
Garo: Eu não sou muito de ler livros, geralmente fico com alguns "conhecidinhos" um dos que mais gostei foi a Cidade de Vidro da saga dos Instrumentos Mortais de Cassandra Clare.

B: Quais autores bara você mais gosta, por quê?
Garo: Jiraiya tem um lugarzinho no meu coração por ser um dos primeiros que li. Além dele gosto muito do Ebisubashi e Senga Migiri.

B: E do meio furry?
Garo: Do meio furry sou muito fã de FaberCastel, Kamui, DarkGem e um artista muito bom e uma pessoa melhor ainda, Kimmy-kun.

B: Por que escolheu um morcego como sua fursona?
Garo: Quando estava criando meu perfil e minha fursona no começo, fui seguindo dicas de amigos e também pedi sugestões de animais. Eles mencionaram um guaxinim. Por um bom tempo minha fursona foi um guaxinim mas depois que fui conhecendo mais o meio furry, quis criar algo que gostasse mais e que me representasse melhor em meus desenhos. Desde então testei com alguns animais e o morcego foi o que mais gostei.


B: Se não estivesse usando um morcego agora qual usaria? Pretende trocar de fursona?
Garo: Provavelmente algum animal esquisito ou um inseto igual aquelas aranhas cabeludas. Mas estou muito feliz com minha fursona do jeito que ela está.

B: Tipo físico? Como é você?
Garo: Tenho 1,74m e por volta dos 85 a 95Kg. Faço o tipo sedentário com pança.


B: E quanto a relacionamentos? Está casado, solteiro, namorando ou outros?
Garo: No momento eu estou solteiro. Namorar seria legal mas também não estou procurando por aí.

B: Fale um pouco sobre a arte que enviou para o concurso. Qual a inspiração e história por trás dela?
Garo: Aquilo lá foi a primeira vez que andei de mãos dadas em público. Eu estava em São Paulo, na capital e, como sou do interiorzão, tava com muito medo de acontecer algo, de um olhar torto dos outros, de grupos de pessoas que passavam em volta.


B: Quais são seus estilos de desenho? Como você define seu estilo?
Garo: Tá aí algo que tenho problemas pra definir pois nunca estou satisfeito com o estilo que estou trabalhando no momento. As vezes quero algo mais mangá, as vezes quero algo mais cartoon americano, as vezes algo semi realista (quando a gente consegue...).
B: Quais são suas técnicas e materiais prediletos?
Garo: Entre arte tradicional ou digital eu prefiro muito arte digital, e amo quando não preciso fazer o processo de lineart.
Quanto a materiais eu uso uma Genius Mouse Pen 8x6, já tive a oportunidade de usar outras mesas digitalizadoras mas me apeguei demais à Getrudes...

B: Gertrudes é o nome da sua mesa?
Garo: Ela mesma, Gertrudes Mello!

B: Fale-nos um pouco do seu processo de criação? Do rascunho ao acabamento.
Garo: Depende muito do desenho. O processo mais comum é o de rascunho, lineart, cores base, luz e sombra, retoques, correção de cores e arte-finalização. Nessa mesma ordem.


B: Quais suas maiores dificuldades como artista? No que tem mais problemas desenhando?
Garo: A maior dificuldade é de trabalhar com conteúdo adulto. É bom por um lado pois é por onde consigo mais visualizações, isso me ajudou a conseguir encomendas e a me construir no fandom. O ruim é que sinto que se um dia quiser investir na profissão de ilustrador eu provavelmente estou indo pelo caminho errado. Mas... Bem... Arte adulta tem pagado minhas contas a curto prazo.

B: A quanto tempo desenha para internet?
Garo: Comecei a fazer encomendas no meio furry em 2013 e desde então estamos aí.

B: Você já disse que aceita encomendas, então quais seus preços, serviços oferecidos e como te contatar?
Garo: Todos os detalhes sobre encomendas e preços estão na minha galeria do FurAffinity. Nesse perfil eu atendo pelo apelido de JohnFreak. Como quase não recebo pedidos de brasileiros não tenho uma tabela fixa com os preços em reais, nesse caso o melhor é entrar em contato por facebook na minha página "Eu te traço 2.0", o nome é embaraçoso não é?


B: Fora o FurAffinity e o Facebook você posta seus desenhos em outras redes sociais?
Garo: Recentemente fiz um twitter onde posto alguns rascunhos. O twitter é @john_freak_art
. Também faço streams pelo picarto 
picarto.tv/johnfreak. Geralmente anuncio as streams pelo twitter e facebook.

B: No que você gosta de se inspirar para desenhar?
Garo: Gosto bastante de fazer fanarts de meus personagens favoritos. Além do bara e furry também gosto de imaginar personagens em situações engraçadas do dia a dia. Personagens de ficção e fantasia. As vezes, algo mais voltado pra moda (não que eu entenda mas o pinterest ajuda que é uma beleza).


B: Qual o seu ritual enquanto desenha, isso é, você costuma fazer algo sempre que desenha como um costume ou mania? Garo: Gosto muito de ouvir podcast enquanto desenho, meu favoritos atualmente são o Bumbumcast do Senhor Bumbum e Minuto de Silêncio. Aliás o Senhor Bumbum fez um episódio sobre Furries, foi engraçado ouvir a visão do outro lado de quem não é do meio falando sobre.

B: Você aprendeu a desenhar de forma autodidata ou fez cursos(quais foram)?
Garo: Já procurei ir atrás de curso mas como moro em cidade pequena não compensava financeiramente pra mim. Desde então tudo que eu aprendi foi pela internet e graças a comunidades do orkut, em especial a comunidade da Mangá Designer e a CDM- Como Desenhar Mangá.

B: Poderia nos mostrar uma foto do seu espaço de trabalho?
Garo:
WhatsApp Image 2017-09-21 at 23.41.58.jpeg
É nessa bagunça aí, tigela de cereal inclusa
B: Você tem algum projeto como desenhista que gostaria de divulgar?
Garo: Aproveitando o mês de outubro com vários desafios de 30 dias de desenho chegando, pretendo fazer um deles com o nome de Orctober, então para quem é chegado num Orc, num barazão, só seguir a gente no twitter ou facebook.

B: Alguma dica para pessoas que estão pensando em ingressar no meio furry como artistas?
Garo: Vai fundo, cria sua fursona, cria quantas fursonas quiser das espécies que quiser! Fiz boas amizades e até tive a oportunidade de conhecer alguns amigos pessoalmente. Quanto à arte para artista só uma coisa. MUITA PACIÊNCIA!

B: Você é ativo, passivo ou outros?
Garo: Outros...( ͡° ͜ʖ ͡°)

B: Você faz mais o tipo dominador ou submisso?
Garo: Acho que na maioria das vezes fui mais submisso do que dominador.

B: Mas sente vontade de experimentar o outro lado?
Garo: Depende muito da pessoa com que me relacionar.

B: Qual seu tipo de cueca favorito, de usar, de desenhar e de ver?
Garo: Tanto de usar quanto pra ver eu prefiro samba canção. Acho mais confortável e gosto de imaginar que a pessoa também está confortável usando elas.


B: Quais os seus fetiches?
Garo: Não sei se conta como fetiche mas uniformes variados me atraem. Também tenho uma atração por barrigas, independente do tamanho, sejam elas gordas, magras ou definidas.

B: Você costuma ter ereções quando desenha algo mais picante?
Garo: Nenhum pouco, fico tão concentrado que não consigo achar meus desenhos eróticos.

B: E quais os tipos de referências que mais costumam acordar a "fera"?
Garo: Se eu tiver que escolher um tema de imagens eu diria que homens gordinhos de pijama.


B: Com quais personagens você transaria?
Garo: Depende... De anime/mangá, série, filme, jogo?

B: Liste um de cada e a posição :V
Anime: Popo de Ano Hana
Mangá: Umezawa de Hajime no Ippo
Série: Samwell de Game of Thrones ou o Montanha
Filme: Stephen Stills de Scott Pilgrim
Jogo: Meus personagens atuais de Skyrim
tirando os personagens de Skyrim que são 3, poderia rolar um grupal ali, de resto não tem porque ter só uma pose específica.

B: Qual o tamanho do Little Garo?
Garo: Informação Confidencial

B: Cospe ou engole?
Garo: ESPIRITOS DO MAL, TRANSFORMEM ESTA FORMA DECADENTE EM MUMM-RÁ, O DE VIDA ETERNAAAA!!!

B: Que tipo de companheiro você gosta quanto a personalidade, jeito e na cama seria alguém mais rude ou carinhoso?
Garo: Gosto de pessoas extrovertidas pois não sou muito do tipo que fala bastante quando acabo de conhecer a pessoa. Gosto quando são elas quem puxam conversa. Gosto de gente que "vamo? vamo" 3 da manhã, Vamo no Busão Lanches? Vamo!
E na cama gosto de alguém que tenha a mente aberta pra possibilidades, usar uns brinquedos ali, uns jogos aqui. De preferência alguém mais carinhoso.

B: Quais personagens (de animê/mangá/série) te dão tesão?
Garo: Os que fazem o estilo valentão de topete e falam "OY"  e aqueles personagens com jeito mais largado meio homem das cavernas. Sabe aqueles personagens que treinam alguma arte marcial e sempre que mostra uma cena deles dormindo do lado de alguém eles estão todos largados com o pé na cara da outra pessoa? Aqueles personagens de clubes esportivos!


B: Antes de terminarmos gostaria de dizer algo mais para quem está lendo esta entrevista?
Garo: Quero mandar um beijo pra minha mãe, especialmente pra você e pra Sasha e dizer que amei estar no seu programa!

B: Bem, obrigado Garo e novamente parabéns por vencer o concurso! Mal posso esperar para ver o que você vai nos mostrar em seguida!


Quepe modelo policial rodoviário

Quem tem tara por uniformes e roupas de couro deveria conhecer esta loja. A Yes Sir tem os acessórios mais básicos para quem tem todos estes fetiches, além de ótimos preços (em real). 

Investimento: R$189,00
Onde encontrar: Yes Sir



Número de suicídios cresceu no Brasil; homens apresentam maior taxa de mortalidade


Não podia deixar este finalzinho de setembro amarelo passar em branco. Até mesmo por ser algo mais próximo das causas LGBTQ+ do que se imagina. Afinal, pessoas dentro do armário, que não conseguiram aceitar a própria sexualidade e que enfrentam todo o tipo de cobrança são propensas ao suicídio. Tenho visto várias campanhas informando sobre como se prevenir e buscar ajuda nestes casos.


Se o Santander alega que não sabia do que se tratavam as obras expostas é porque não se deram ao trabalho de ler o nome da exposição

Pois é... Você pega uma obra de arte, tira ela de contexto, apresente para meio mundo de pessoas ignorantes cheias de sangue nos olhos e só espera para ver no que vai dar... Foi assim que interpretei este sucesso de intolerância. Depois dessa o que poderíamos esperar do Brasil...

Justiça concede liminar que permite tratar homossexualidade como doença


Vamos tentar entender a Justiça Federal do Distrito Federal... No texto eles não dizem que a homossexualidade é doença, mas ao mesmo tempo permite que seja tratada como doença? Esta foi a gota d'água de setembro.  ô_0 <erro_404/modulo_de_lógica_não_encontrado>



Então... Enquanto um banco (que ACHA que entende muito de arte) fecha uma exposição com arte LGBTQ+, um filme sobre o mesmo tema vai representar a Finlândia na categoria Melhor filme Estrangeiro no Oscar.

 Quem se ofendeu com as artes no Queer Museu terá um choque quando assistir ao Oscar

"Tem necessidade disso. Tem necessidade pra caralho"


Foi a fabulosa resposta que o Stefinha, do canal Ordem do dado, deu a um hater que questionou a necessidade do canal fazer seis vídeos, um por dia, sobre a visibilidade bissexual.
Os vídeos são excelentes, divertidos e informativos. Mas se você só está interessado na treta, ela está nos comentários do sexto vídeo. 


Este mês contei com a ajuda do chefinho que mediou a entrevista com o Garo. Espero que tenham gostado. E se gostaram não deixem de sugerir outros fandoms >_ô.


Agora, desculpem minhas palavras, mas este foi um mês de merda para todos nós, LGBTQ+, onde várias formas de preconceito desenfreado se mostraram muito mais evidentes e poderosas.

Mas isso é um alerta para notarmos como o ativismo ainda é necessário e que nossas lutas ainda valem a pena. 

Espero que nenhum de vocês esteja se sentindo desmotivado pela Holy Shit.

Não esqueçam de nos seguir nas redes sociais, visitar nossos parceiros e lembrem-se, se quiserem podem enviar sugestões de pautas, fandoms e notícias por e-mail também.

Marduk Hunk Otoko

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
+CONTEÚDO

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyright (c) 2012 B de Bara
DESIGN BY OCARNEIRO