DESTAQUES
POSTAGENS

Manhã Inesperada

Boa Noite Senhoras e Senhores, trago hoje um conto mais curtinho, mas não é por isso que ele deixa de ser provocante, afinal ninguém espera acordar e encontrar o possível amor da sua vida, tomando café na porta de casa?




Meu Presente

Olá caro leitor meu nome é Paulo, acabei de completar 23 anos e estou terminando engenharia civil. Eu sei o que você está pensando, tenho que ser maluco para encarar tantos números, mas essa é minha paixão, a única que tive na verdade. Mesmo estando na idade de festejar e curtir a vida sem freios eu sempre fui meio parado. Siiim eu também vivo o sonho de muita gente, moro sozinho há algum tempo, com a ajuda dos meus pais; ah sim eu sou gay, e ao contrário do que pensam, minha casa não é um prostíbulo. Para falar a verdade não fiz muito nesses meus 23 anos, só seguindo a minha vida de casa, trabalho, faculdade e casa novamente, mas foi aí que eu esbarrei na coisa mais fofa que eu já vi.


Calma, calma, calma, vou explicar o que é fofo na minha concepção, por que gosto é que nem braço, alguns tem, outros não e eu tenho, portanto sente-se aí e fique quieto. Eu simplesmente amo gordinhos, eles são fofinhos, aconchegantes, GRANDES e eu esbarrei em um deles, na verdade ele se encaixa no perfil perfeito para ser “meu” fofo. Ele é um pouco mais alto que eu (por volta de 1,90 de altura), um pouco acima do peso, pernas grossas, peitoral estilo cama – pronto pra deitar e ganhar cafuné. O jeito como nos conhecemos foi no mínimo turbulento. Eu estava correndo, como sempre; precisava dar uma passada rápida no banco e, na minha péssima mania de não prestar atenção a minha volta, acabei esbarrando com essa montanha de homem. Ele estava carregando um copo de café com leite ultra quente, que acabou entornando em cima de mim, me queimei todo e no surto da dor acabei quase partindo pra cima dele. No entanto minha surpresa foi a reação foi dele. Ele foi extremamente gentil e me ofereceu ajuda; a mim, que tinha derramado o seu café e queimado a nós dois. Esperava no mínimo receber uns gritos e talvez uns tapas.

Depois de ajudar a pegar minhas coisas ele me convidou para tomar um café, já que o dele foi parar em cima do meu trabalho e da nossa roupa. Ele se apresentou como Eduardo, estagiário de uma empresa próxima a minha casa, eu não acreditei na minha sorte. Eduardo tem a minha idade, mas já era formado em pedagogia, isso explica um pouco o comportamento. Lindo, gentil e ainda gosta de criança, é bom de mais pra ser verdade. Ficamos conversando por pouco tempo, até mesmo porque eu tinha que ir voando para faculdade.

- Eduardo, tá ótima a conversa, mas eu tenho que ir pra UF.
- Ok, quer uma carona?
- Não, não! Tá tudo bem, é aqui perto. Foi um prazer te conhecer. Até mais.
- Igualmente! Até.

Eu saí correndo pra pegar o ônibus e depois que o peguei me arrependi de não ter aceito a carona. Provavelmente não o veria de novo e nem peguei o número do telefone dele, que burro eu sou, mas melhor assim, vai que ele nem curte, né?
No dia seguinte acordei e saí para trabalhar, e quem eu encontrei na portaria do prédio da empresa vizinha? Siiiiim, o Eduardo. Ele estava com uma roupa mais formal e linda, diga-se de passagem. A primeira coisa que fiz foi marcar o horário para poder sempre encontrar com ele.
No dia seguinte, eu me aprontei e “casualmente” (cof cof) passei em frente a empresa que ele estagia “coincidentemente” no mesmo horário que ele entra na empresa; de longe ele me reconheceu e acenou.

- Oi Paulo, você mora por aqui?
- O...oi Eduardo, moro sim... hehehe...
- Que bom te ver de novo, você saiu com tanta pressa que eu não conseguir pegar seu telefone.
- Mas se você pegasse eu ficaria sem.
- Hahaha. Seu bobo.
- Eu tento. Então é aqui a empresa onde você trabalha?
- É sim, e por falar nisso eu já deveria estar lá dentro.
- Então até mais.
- Sim, até mais, mas antes me passa o seu número, podemos marcar de sair.
- Ah... Sim!

Passei meu número e esperei ele entrar no prédio, admirando aquela bundinha redondinha. Já não estava mais pensando direito, quando voltei a mim, saí correndo novamente para não perder a hora. Não consegui me concentrar no trabalho, o tempo todo Eduardo me vinha à cabeça e agora ele tinha meu contato, então de meia em meia hora eu olhava o celular esperando uma mensagem, ligação ou até mesmo uma chamada no WhatsApp(mentira, era a cada 5 minutos, minha ansiedade me matava). Vigiei o maldito celular o dia todo e nada. Fui para casa depois da facu, tomei meu banho e fui direto para cama, não demorou muito eu caí no sono. Era manhã de sábado, sem trabalho nem aula. Faltavam alguns minutos até dar a hora em que encontrei Eduardo; era sábado, mas se entendo bem sobre estágios você é menos que uma faxineira e não teria regalias como o final de semana livre. Me vesti e fui correndo até a portaria da empresa.

Chegando lá entrei no modo stalker, estava com um moletom de capuz e óculos escuro, praticamente um NINJA básico, olhava para um lado e para o outro de vez em quando, até que sentei num banquinho ali próximo e esperei alguns minutos. Pontual como sempre, ele apareceu no seu traje social impecável, mas rapidamente entrou no prédio. Agora eu tinha uma nova missão, descobrir o horário que ele iria sair (tcha nan nan nan nan BATMAAAAAN- pera... não era ninja? Deixa pra lá).

Por volta do meio-dia meu telefone tocou, era Eduardo, me apressei para ra atender, mas quando atendi tentei não mostrar ansiedade.

- Alô?
- Oi Paulo, sou eu o Eduardo. Tudo bem?
- Ah... Oi Eduardo, tudo sim e você?
- Tudo ótimo. Escuta, tem algo marcado pra hoje? Topa sair comigo?
- Eh... sim, eu não tenho planos pra hoje, mas no que está pensando?
- Sei lá, talvez um barzinho, topa?
- Claro! Que horas eu te encontro?
- Eu saio daqui às 17 horas, você mora aqui perto, certo? Pode encontrar comigo na portaria da empresa?
- Posso sim, até mais.
- Até!

Eu fiquei uma pilha, mal acreditava que ele realmente tinha me ligado. Já estava próximo do horário combinado, desci e fui até a portaria para esperar por ele. Não demorou muito e ele apareceu. Nos cumprimentamos e fomos andando até o carro. Durante o percurso ele contou sobre seu trabalho, que cuidava de algumas documentações e tudo mais e eu falei sobre o meu, ele se mostrou bem divertido e bem comunicativo. Estava ficando cada vez mais encantado com ele.

- Então, Paulo, você namora?
- E... eu? Não. Hehe
- Sério? Eu pensei que fosse compromissado, você é uma graça sabia?

Eu arregalei os olhos e fiquei vermelho quase que instantaneamente.

- Hahaha. Ficou vermelho. Calma, estou brincando.

 Após essa situação inusitada, chegamos ao bar. Eu nunca fui de sair, então não sabia muito bem o que fazer, sentamos em uma mesa próxima a um palco, aparentemente para um show de stand up. Ele pediu uma dose de uísque e eu um suco, não sou muito de beber. O ambiente era bem agradável, passamos horas conversando, mas já estava ficando um pouco tarde. Então resolvemos ir embora.

- Paulo, eu tô meio altinho, você tem carteira?
- Tenho sim, quer que eu vá dirigindo para sua casa?
- Não, não. Eu não tô bem pra te explicar o caminho. Podemos ir para a sua?
- Si... Sim... Eu moro sozinho...
- Legal...

Ele disse estar altinho, mas estava pra lá de Bagdá, carreguei ele até o carro e voltamos conversando nada com nada, ele estava em um estado de felicidade admirável, mas não se comportava feito um bêbado fora de si. Não demorou muito e chegamos ao condomínio onde moro. Ele já parecia estar bem para andar sozinho. Chegamos à porta do meu apartamento e assim que abri a porta senti as mãos dele abraçando minha cintura.

- Eduardo...? Está tudo bem?
- Seu cheiro... É tão bom...
- Que foi?


Eu me virei e Eduardo me empurrou porta adentro e acabamos caindo no sofá, ele em cima de mim, me olhando nos olhos.

- Eduardo, pelo visto você passou um pouco da conta né? Hehe.
- Paulo... Eu estou completamente são. Sei exatamente o que estou fazendo. Eu fiquei encantado com você desde nosso encontro desastroso. Eu sou gay, mas não tinha certeza se você também era. Por isso te chamei para sair. E eu reparei que você também gostou de mim.
Ele me deu um sorriso enviesado e um olhar malicioso.

- Você não é muito discreto sabia?

Novamente eu fiquei vermelho e sem reação. Seus olhos não saíam dos meus. Estava completamente hipnotizado.

- Que foi? Eu estava errado? Você não é...

Ele ia se levantar, que diabos eu estava fazendo deixando aquele HOMEM sair de cima de mim? Caí em mim e o puxei de volta beijando-o. Seus lábios eram tão macios, foi uma sensação totalmente nova. Foi extremamente simples, mas foi o suficiente para me deixar excitado. Ainda nos beijando comecei a abrir os botões da camisa dele. Seu peitoral era completamente peludo, pelos lisos e seguindo todos na mesma direção, sua barriga também era bem peluda, achei um chame esse urso. Ele terminou de tirar camisa e deixou o peso do seu corpo cair em cima de mim. Continuamos nos beijando, mas ele parou por um instante e disse:

- O que você prefere?
- Eu... sou A... Ativo...
- Perfeito!

Eduardo ao contrário de mim tirou minha camisa rasgando-a. Meu corpo não é exatamente o de um modelo, também tenho o corpo peludo magro, mas fora de forma. Ele desceu por ele até chegar a minha cintura, abriu o fecho da minha calça e ficou esfregando o nariz na minha cueca. Eu vi estrelas com isso. Depois puxou meu pau, que já estava mais que babado, e sem pensar duas vezes começou a me chupar. Passando a língua em volta da cabeça e em seguida engolindo tudo, fazendo movimentos de vai e vem. Eu já estava mais que louco me movendo no sofá.

- Está gostando?
- Sim... Você tá acabando comigo...
- Hehehe.


Ele voltou novamente ao meu pau e enquanto me masturbava, chupava meu saco. Foi simplesmente ótimo. Voltou a colocar ele todo dentro da boca. Ele me chupava como se estivesse matando sua fome. Sua precisão era incrível. De repente ele se levantou e começou a tirar o restante da roupa. Seu quadril era mais lindo do que eu tinha imaginado, sua bunda era perfeitamente redondinha com uns poucos pelos. Me levantei e o levei para o quarto, o jogando na cama. Comecei a beijar ele e com uma das mãos peguei uma camisinha na gaveta da minha escrivaninha. Fui até sua virilha, apertei sua pernas grossas, mal acreditava que ele estava ali. Comecei a chupar seu cuzinho que não parava de piscar para mim, a cada movimento meu, Eduardo se contorcia. Enfiei um dos dedos para alarga-lo mais um pouco, e nesse instante ele começou a gemer. Era ótimo ouvir aquilo. Era bem apertado seu cuzinho, aparentemente ele não conheceu muitas picas.
 
- Me fode... Por favor...

Nem precisava ouvir aquilo, já estava louco para ter aquele corpo másculo. Após ter colocado a camisinha, posicionei uma de suas pernas em meu ombro. Comecei ao poucos e quanto mais meu pau entrava, mais Eduardo gemia; esses gemidos me excitavam cada vez mais. Já estava com meu pau completamente enterrado quando parei por um instante para olhar o rosto dele, era tão meigo, tão fofo, estava cada vez mais apaixonado por ele. Comecei a me mover e ao mesmo tempo eu o masturbava. Estava ficando cada vez mais excitado. Eduardo começou a me cavalgar e me puxou para um beijo, seu pau roçava em minha barriga e em um grito de tesão ambos gozamos. Caímos exaustos na cama, misturando entre nós o gozo e o suor.

Fomos tomar banho algum tempo depois; ele me olhou meio tímido e me pediu pra dar banho nele e foi o que eu fiz: o ensaboei todo, me agachei para limpar suas pernas e vi aquele membro duro e não hesitei, cai de boca, estava tão delicioso e ele babava tanto. Senti suas pernas tremendo e ele as abriu, meu dedo ensaboado escorregou lá pra dentro dele e um gemido fugiu dos seus lábios. Continuei assim por algo tempo até ele gozar, em meio a água gelada, sua porra quente foi muito gostosa, engoli tudo e me aqueci por dentro.
 Em seguida fomos dormir. Eduardo pegou no sono rapidamente, eu fiquei olhando ele dormir, tão quieto. O seu peitoral gigante e peludo subindo e descendo, um ocasional resmungo. Mas depois de um tempo um único pensamento tomava minha cabeça: o que vem agora?



Boa noite Senhores, 
Com Carinho e Amor
Seu Lord

PS: esse mês ainda tem o conto do Veterano, por isso nada de chorar nos comentários e na caixa de e-mail . 






43 comentários:

  1. Por favor, não pare, eu amo suas histórias,apesar de ter postado somente duas,são tão fofas <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade... com essas são 4
      Um tarde incomum no trabalho,
      Fogo e Neve
      O veterano
      Manhã Inesperada
      e não vou parar XD

      Excluir
  2. Nossa, o que anima em uma noite de domingo? Entrar no blog e encontrar um conto do Lord! Preciso repetir que você faz um trabalho excepcional? Sim, preciso! Sou uma pessoa que adora ler, e adoro seus contos. Por favor, não pare de escrevê-los. Um abraço de urso pra você! >.<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenham gostado
      Fico mais feliz ainda com meus irmãos ursos acordando de sua hibernação XD

      Excluir
  3. Paulo te acho loka kkk pronto falei u.u
    belo conto lord.

    ResponderExcluir
  4. Lord seus contos despertam até as minhas mais profundas fantasias. Acho seu trabalho um dos melhores, senão o melhor do blog. Achei suas histórias fofas, creio que vc inspirou um dos personagens(ou os dois) em vc, estou certo? Continue com este trabalho fantástico que só vc é capaz de realizar. Um abraço no seu corpo e beijo no seu coração.
    Atenciosamente, seu incontestável fã, Ray

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nopes... meus contos são totalmente Fictícios...
      Mas o biotipo urso me define bastante ^^
      Pernas e Bunda grandes e bem durinhas
      Barriga grandinha, sem ser chubby,
      ombros largos e braços fortes e claro
      Peludo XD

      Excluir
    2. Então vc é muito atraente. MAS MUITO MESMO

      Excluir
  5. Apenas agradeço por instigar ainda mais minha mente com seus contos e despertar cada vez mais o desejo de estar novamente com o corpo maravilhoso de um urso colado ao meu..............Lord Bear você é maravilhoso cara fico até sem palavras para descrever oque sinto ao ler seus contos.............e concordo com o Ray que com certeza algum dos seus personagens é inspirado em você........Abraço de Tigre e estou ansioso por mais contos meu Lord.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ora ora.. Mais um Furry que saiu de sua toca XD
      Brigado Krory
      Você já é um fã querido ^^

      Excluir
  6. Os contos do Lord me excitam 1000% mais, que um manga bara! rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Armand Pelo incentivo, apoio,
      E Você conseguiu deixar seu Lorde Sem jeito

      Excluir
  7. Ora...

    Não é quer o gordo me deixou com tesão!
    -w-

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ora ora emuxinho... tb te amo...
      Venha cá... Deixe eu lhe dar um abraço de quebrar costelas...
      XD

      Excluir
  8. Os contos do Lord Bear são outro nivel <3 Trabalho incrivel como sempre :3 uma caracteristica que eu gosto dos seus contos é que você coloca imagens juntamente com oq ta escrito para incentivar um pouco a excitação :3 E não creio q ainda esse mês vai ter o conto do veterano!! OMG!! aguardando ansiosamente!! '----'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Zoro pelo Apoio ^^
      Sim sim... Esse mês ainda tem o Veterano XD

      Excluir
  9. Ai, ai, Lorde... Cara, assim você acaba comigo!
    Você, por coincidência, acertou em cheio dessa vez e em tudo. Esse seu conto ficou maravilhoso!
    Achei até engraçado porque eu me identifiquei com o Paulo, só tá faltando mesmo o Urso lindo, fofo e gay que deveria morar perto de mim T-T
    E pra melhorar, você ainda nos falou sobre o seu biotipo, o que agora vai deixar muita gente imaginando como você é :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho o Apelido de Urso na vida real atoa Luiz
      hahahahaha

      Excluir
  10. Gente, tá todo mundo virando furry nesses perfis! kkkkkk
    O conto deixa um gostinho de quero mais. E aí, rola?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso me lembrou um mangá que eu li em inglês, que é como se fosse uma doença, um infectado ele tem orelhas, e cauda, além dos olhos ficarem parecidos com de animais e eles começam a ficar animalescos.
      A "doença" passa atraves do sexo... XD
      é divertido, mas eu não lembro de ter transado com nenhum dos pervos daqui pra ter passado pra alguém =.="

      Excluir
    2. O.o estou infectado...
      O Gui tocou em uma coisa que eu nao tinha pensado... continuação! continuação!

      Excluir
    3. kkkkkk Lord Bear, Lord Bear... eu dominava histórias furrys antes de sua chegada ;3

      Excluir
  11. Eu já era furry antes do Lord entra pro blog, mas era tímido e só comentava no anonimo.

    ResponderExcluir
  12. Historia muito boa, quem me dera acontecer comigo XD
    Muito Bom trabalho Lord Bear ;)

    TheLW

    ResponderExcluir
  13. Eu já estava preocupado com seu sumiço, mas aí você volta com isso tudo, meu deus, é realmente genial, mais vale esperar pelos seus ótimos contos do que ir la no social spirit ou no nyah e ler uma fic qualquer. Parabéns!!!!!! esperando pela continuação do Veterano...

    Darkai-san lembre-se desse nome!!!!!!
    PS: Adoro exagerar nos pontos de exclamação!!!!!!(geralmente coloco 6)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Darkai- Chan
      ;) fico lisonjeado pela sua admiração ^^

      Excluir
  14. Explosão de fofura. :3
    Ficou muito bom como sempre, adoro seus contos. :p
    No aguardo da continuação do Veterano.

    ResponderExcluir
  15. Curti. Acabo sendo minha historia antes de dormi parabens lord
    (Só eu que achei que o final do comentario do darkai tava com um tom de ameça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. era pra ter ficado com um clima de suspense XD!!!!!!

      Excluir
    2. Obrigado Alone... Como sempre um fã assíduo

      Excluir
  16. Muito perfeito *--* O Eduardo é tão sexy

    ResponderExcluir
  17. Lord do céu! Imaginei agora uma coisa massa! Se você escrevesse um livro? Com a editora "B de Bara". Eu Juro que comprava sem exitar! Tbm gosto muito de ler contos, e os seus (2 até agora) são fodásticos. Gosto de escrever, mas os meus são bem "auto-biográficos" . Dá uma olhada: teop7.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha
      brigado Man!!!
      vlw pelo incentivo

      Excluir
  18. a Lord! nao acredito que nao li esse antes! perfeito!!

    ResponderExcluir
  19. Muito boa história ^^ Consigo entender perfeitamente o sentimento do Paulo. Depois de tudo, o que vem agora? >.<"

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
+CONTEÚDO

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Copyright (c) 2012 B de Bara
DESIGN BY OCARNEIRO